Copy
Toledo, 29 de Setembro 2015
Não consegue abrir esta mensagem? Clique aqui!
 
 
 
 
 
 

“…Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera…” Isaias 64.4
 

  A experiência de ser pai é maravilhosa. Janaine e eu estamos experimentando um dos momentos mais lindos de nossa vida. E aprendendo muito. Trocar fraldas, dar banho, limpar, cuidar..., são agora nossa rotina; e que ocupam boa parte do nosso dia.
  Hoje, Deus usou a vida desse pequenino bebê para nos ensinar um lição muito preciosa.
 Jana me pediu para fazer o Benício arrotar. Como estava lendo, não quis parar a leitura, e  o coloquei no  colo, na posição recomendada para ajudá-lo a expelir os gases, dando assim continuidade na minha leitura. Com as mãos o segurava e com os olhos eu lia.
Notei que em poucos minutos, após o arroto, ele estava absolutamente aconchegado no meu ombro e cochilando.  Subitamente, um pensamento floresceu em meu coração: “…porque temos tanta dificuldade em confiar em Deus. Olhe o bebê! Ele confia em você como pai”
 Irmãos, ele descansava tranquilo enquanto eu trabalhava. Ele não se preocupava se iria cair ou não. Se haveria leite ou não. Se se estivesse sujo, alguém iria trocá-lo ou não, ele apenas descansava nos braços do pai.
 As vezes, as lutas se acumulam a nossa porta e nós, diferentemente do meu filho, nos desesperamos e preferimos agir por conta própria à confiar em nosso Pai - o que é um grande erro, porque quando deixamos de confiar em Deus, estamos certamente desconfiando do seu caráter; será que Deus pode? Será que ele não me abandonou?
 O texto acima, diz que não houve, nem haverá alguém com maior amor que o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que trabalhar a nosso favor. A afirmativa do profeta Isaías é que Deus nunca irá nos desamparar. O “esperar” em Deus nos afirma a ideia de confiar, sabendo que Ele está trabalhando. Deus não nos desamparou. Deus não nos deixou.
 O nosso sofrimento, não é sinônimo da ausência de Deus. Deus continua o mesmo. Ele continua a cuidar de nós! Aleluia!
Meus irmãos, será que podemos nos tornar como o Benício (crianças) e simplesmente descansar? Confiar plenamente que o Senhor está trabalhando, mesmo em meio a dor, a nosso favor?
Deus nos abençoe e nos ajude.
CHEGUEI GENTE!!!!!
 Irmãos, no dia 15/09/2015, com 3,405 Kg, 48 cm, nasceu o Benício. Jana estava de 40 semanas e como o neném estava sentado, foi necessário fazer cesária.  Graças a  bondade do Senhor ocorreu tudo bem. Jana se recupera bem, e o Benício também.
 Ficamos preocupados nos primeiros dias, pois ele estava com Icterícia , mas não foi nada grave, hoje está com a cor da pele normal. Após banho de sol, banho de picão (rs), ele está ótimo. Glória a Deus por isso!
 
VISITAS E PREGACÕES
 Temos viajado muito e nossos finais de semana, estão cheios de compromisso com as Igrejas parceiras e outras que desejam ouvir mais sobre missões transculturais.
 No  mes que se segue  Jana não viajará  por causa do bebê. Mas continuarei a visitar Igrejas nos finais de semana e ficando em casa no meio de semana.
 No mês de Outubro visitaremos Igrejas em São Paulo e em Novembro no Rio de Janeiro.
 Desde que chegamos, em Junho, já tivemos o privilégio de pregar em 21 Igrejas. Ainda há muito o que fazer e por isso pedimos que os irmãos orem por nós, para que o Senhor nos de graça e perseverança.
POVO BARA
 Há uma grande expectativa para a volta ao Campo. O povo Bara ainda continua em escravidão. O Animismo é muito forte entre o Bara. A adoração aos espíritos e ancestrais é a base de suas vidas que os prendem e impedem de conhecer a Cristo.
 Em Abril 2016, se o Senhor assim desejar, voltaremos para Madagascar e continuaremos com o trabalho.
 Dois projetos serão implantados: a “Casa para ler livros Niles”, que visa fornecer recursos literários e treinamento para pastores e evangelistas de Betroka e região sul de Madagascar, assim como a evangelização de crianças; e a plantação de Igreja entre o povo Bara, nosso principal objetivo.
 Orem pelos projetos para que o Senhor abra às portas de pregação ao Evangelho.
 Nossa certeza é que o Evangelho irá transformar corações e esse povo, será liberto, para servir ao Deus vivo e Verdadeiro.
Agradecimentos
  • Pelo nascimento e desenvolvimento do Benício;
  • Pela recuperação da Jana;
  • Pelas oportuniades que temos de copartilhar sobre missões;
  • Pelos nossos mantenedores, que mesmo em face da crise que chega ao Brasil tem permanecido fiéis – que o SENHOR os abençõe e retribua abundantemente o amor de cada um pelo Senhor e por nós.
 
Pedidos de Oração
  • Para que o Senhor nos ajude a cuidar do benício, visto que somos “Marinheiros de primeira Viagem”;
  • Pela Jana e o Benício que ficarão alguns finais de semana sozinhos em Toledo por conta das visitas às Igrejas;
  • Pelas minhas viagens – cuidado e proteção;
  • Pelo nosso sustento financeiro;
  • Pelo Povo Bara: quebrantamento e libertação.
  • Para que a Igreja seja despertada para se envolver com missões cada dia mais.