Copy
View this email in your browser

A CONSCIÊNCIA QUE AINDA NOS FALTA


Hoje é o dia da Consciência Negra, justamente no dia que estou lhe enviando essa cartinha. Um mero acaso, mas não poderia deixar passar, especialmente porque todos nós convivemos diariamente com a falta dessa consciência. Até o presidente diz que não existe racismo no Brasil. Não consigo nem rir nem chorar mais, é uma falta de respeito tão grande aceitar viver sem essa consciência. O que aconteceu com o povo negro não pode ser tratado como dessa forma, com esse descaso e desconsideração. Eles sofreram muito com a escravidão e ainda sofrem com o que ecoa desse passado. Ignorar isso é maldade. 

Mas parece que vivemos na era da maldade. 

Todos falam qualquer asneira ofensiva, acreditam ser melhores que os outros por diferenças raciais, econômicas ou [insira aqui o que desejar]. Bem, parece que as coisas funcionam assim desde sempre, parece que é coisa do bicho humano. Olha, a humanidade não é fácil não, haja paciência, mas tem gente que jamais se conformará com isso e eu quero andar do lado dessas pessoas, tentando, do meu jeito e como posso, deixar minha marca no mundo. Por isso não conseguirei seguir o baile sem relembrar e repensar muita coisa sobre o dia de hoje. 

>>>>Antes de prosseguir, CLIQUE AQUI<<<<<

Bateu forte ai também? Eu imagino. Esse vídeo é incrível, traz muita coisa para pensar, né? Mas estamos apenas começamos, agora quero  você refletindo um pouquinho sobre esse trecho da música Diga Não, da deusa Bia Ferreira:
"Diga não ao racismo
Diga não ao preconceito
Diga não ao genocídio do meu povo preto

Diga não a polícia racista
Diga não a essa militarização fascista
Não fique só assistindo
Muita gente chora irmão enquanto você tá rindo

Andando na rua de noite
Muita gente branca foge de mim
A minha ameaça não carrega bala
Mas incomoda o meu vizinho
O imaginário dessa gente dita brasileiro torto
Grito pela minha pele
Qual será meu fim?
Eu não compactuo com esse jogo sujo
Grito mais alto ainda
E denuncio esse mundo imundo
A minha voz transcende a minha envergadura
Com essa carne fraca
Eu sou do tipo carne dura

A carne mais barata do mercado é minha carne negra"

 

👉 LEIA >> Bia Ferreira, a voz que faz o racismo tremer

E meu trecho favorito de Nego Drama, do Racionais Mc's:
 
"Que Deus me guarde pois eu sei que ele não é neutro
Vigia os rico, mas ama os que vem do gueto
Eu visto preto por dentro e por fora
Guerreiro, poeta, entre o tempo e a memória"

E ainda da mesma música:
 
"Negro drama, eu sei quem trama e quem tá comigo
O trauma que eu carrego pra não ser mais um preto fudido
O drama da cadeia e favela
Túmulo, sangue, sirene, choros e velas

Passageiro do Brasil, São Paulo, agonia
Que sobrevivem em meio às honras e covardias
Periferias, vielas, cortiços
Você deve tá pensando: O que você tem a ver com isso?

Desde o início por ouro e prata
Olha quem morre, então veja você quem mata
Recebe o mérito, a farda que pratica o mal
Me ver pobre, preso ou morto já é cultural"

 


 
"Você já ouviu no meio da arte contemporânea críticas a um tipo de produção voltada a questões relacionadas à história do Brasil, como é o caso do seu trabalho? Sim, embora isso tenha começado a mudar. Mas até recentemente qualquer tentativa de sair de uma visão eurocêntrica e supostamente universal de arte era muito mal vista. Tem gente que diz "ah, não precisa dessa denominação, arte afrobrasileira". Lógico que precisa,  tenho uma cultura, a população afrodescendente tem as suas especificidades e eu vou trazer isso para o trabalho, esse é o meu meio. Quero trazer essa discussão à tona, de como a gente vê o mundo. Como é ser negra aqui, uma experiência cotidiana num país que rechaça o tempo todo essa herança africana que só interessa em fevereiro, no Carnaval. No resto do ano,é como se essa cultura não existisse."



👉 LEIA >> Entrevista com a artista Rosana Paulino
 
 

LINKS ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS


⭐ ATENÇÃO! Esse link aqui você não pode deixar de assistir, beleza?! Toda vez que assisto fico impactada e maravilhada. 

⭐ Você conhece a Elora? Espero que sim, porque Elora é um amor grande demais. E essa lindeza de mulher tem uma série no canal da Carta Capital chamado "Elora e Elas", é incrível, eu recomendo muitos vídeos dessa série, porém separei apenas dois dessa lista para vocês: 

Djamila
Bia Ferreira

⭐ E um pouquinho mais de Djamila porque ela é uma deusa

⭐ E Natály Néri também

⭐ Outro vídeo essencial para assistir hoje

⭐ Assista essa entrevista: Racismo existe sim!



MÚSICAS




🎧 Bluesman
(pqp essa música, PUTA QUE PARIU!)
Aproveita e escuta o disco todo, pelo amor de deeeeeus. Tá tudo no youtube.

🎧 Africaniei - Majur

🎧 Cota não é esmola

🎧 Negra Tinta

🎧 Vida Loka I com Emicida, Criolo e Mano Brown

🎧 Karol Conka & Sabotage - Cabeça de Nego 

🎧 Pequenas alegrias da vida adulta 
Uma música mais leve e gostosa, porque apesar dos pesares, existem muitas pequenas alegrias e não podemos nos esquecer das coisas boas :D Sem contar que esse clipe tá a coisa mais linda! Emicida <3 

Eita, o clima tá pesado hoje, mas é preciso refletir MUITO sobre esse tema.
Prometo que semana que vem vou pegar mais leve ;D
 




 

PODCASTS

🎧 Bela Negritude
🎧 Afro Pai
🎧 Negro da semana
 

FILMES



Encontrei essa lista no Letterboxd (rede social para filmes que utilizo RELIGIOSAMENTE) e amei, é uma lista suuuuper completa e vale a pena investir o tempo em um projeto para assistir alguns desses filmes. Segue o link:

Black Life on Films - Letterboxd
 

Aqueles que eu mais recomendo:


> Corra
> Homem -Aranha no Aranhaverso
> Dirty Computer
> Moonlight
> Infiltrado na Khlan
> Estrelas além do tempo
> O ódio que você semeia
> Maya Angelou, e ainda resisto
> Eu não sou seu negro
> Pantera Negra

Pronto, já dá pra fazer uma ÓTIMA maratona, só filmaço!
 

Vou ficando por aqui, mas vou deixar só mais uma música. Preciso dizer que esse cantor me transformou, me tocou profundamente desde a primeira vez que ouvi. Amo quando ele fala, tão calmo, tão puro e tão intenso. Esse homem é lindo demais. Estou falando do Criolo  ❤

👉 Sucrilhos, ao vivo

"Eu tenho orgulho da minha cor
Do meu cabelo e do meu nariz
Sou assim e sou feliz
Índio, caboclo, cafuso, criolo!
Sou brasileiro!"

 
Twitter
Facebook
Website
Link
Essa newsletter foi escrita por Rita Zerbinatti

Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.
 






This email was sent to <<EMAIL>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Acúçar ou adoçante? · R. Cap. Pacheco e Chaves · São Paulo, SP 03126-000 · Brazil

Email Marketing Powered by Mailchimp