Copy
View this email in your browser

O que te alimenta a alma

Um filme perfeito para você assistir (ou re-assistir) esse final de ano:

Capitão Fantástico está disponível na Netflix e pelo amor de deus, vá assistir!

Mas pera, leia essa newsletter primeiro 😄



Nesse final de ano eu vi muita gente nas redes sociais conscientizando o consumo, especialmente com relação à Black Friday, achei muito legal terem levantado essa questão e discutido sobre isso. Toda essa conscientização é necessária, mas hoje quero falar de um outro tipo de consumo: aquele que te alimenta a alma.

É engraçado pensar sobre isso, me faz lembrar que conheço pessoas que consomem pouquíssimo no quesito material e quando o assunto é alma, consomem menos ainda. Também conheço pessoas ricas em todos os aspectos. As minhas favoritas são aquelas ricas de alma. Aquelas pessoas que não queremos parar de conversar porque tudo que elas falam é tão lindo, tem significado, os olhos brilham, o coração vibra. Ah, energia é tudo!

Tanto o consumo material quanto esse que faz bem pra alma são necessários na nossa experiência humana, no entanto, vemos tantas pessoas consumindo coisas e coisas e mais coisas, sendo que nenhuma delas pode, de fato, alcançar a alma, muito menos fazer bem ou trazer a tão desejada felicidade.

"Criamos uma espécie de sociedade da distração que nos leva cada vez mais longe de nós mesmos. Tudo parece feito para esquecermos de olhar para dentro. Porque, se qualquer um de nós parar um instante e se sentar em silêncio, inevitavelmente terá que confrontar seu vazio interior .... sem saber o que fazer a respeito." Kankyo Tannier

É tempo de repensar e mudar algumas coisas, especialmente agora no final do ano, vamos fechar esse ciclo com novos pensamentos e atitudes! Que tal deixar de lado alguns costumes e construir novos momentos, que podem até se basear no consumo, mas nesse consumo daquilo que faz bem para a alma.

Se pergunte:
 

O QUE FAZ BEM PARA A MINHA ALMA?

 
Eu tenho a minha resposta que irei compartilhar aqui, mas quero a sua resposta também! 
 

OS LIVROS

 
A leitura é um dos alimentos mais gotosos pra alma, é uma das melhores coisas para se consumir nessa vida. Te leva para conhecer novos mundos, novas pessoas, novas formas de pensar, maneiras diferentes de agir e ver o mundo. A leitura é o universo de Nárnia escondido atrás da porta do guarda-roupa. Pode parecer algo sem grande significado, mas é essencial pararmos para nos conectarmos não somente conosco, mas também com o autor e com seus personagens. Essas conexões que fazemos através da leitura é o que nos torna humanos

Não importa a ocasião, sempre estarei falando em favor da leitura! Se você ainda não tem o hábito de ler todos os dias, comece a se organizar direitinho para mudar isso em 2020, que tal?



LINKS: o cérebro no mundo digital / o leitor como metáfora / a arte da ficção / o giro da hélice / com borges / a coisa mais próxima da vida
 


O SILÊNCIO


"Para onde quer que olhasse, eu via a falta de calma e bem-estar no mundo moderno, em que nossas atividades incessantes aumentaram o volume a níveis insuportáveis. Com as pessoas cada vez mais plugadas em seus dispositivos, usando fones de ouvido para criar um casulo sônico reconfortante, o silêncio parece ter sido relegado ao esquecimento." Kankyo Tannier

Infelizmente estamos cada vez mais sentindo a necessidade de falar e de ouvir - mesmo sem prestar atenção - ao invés de silenciar. Nos rendemos aos barulhos cotidianos da televisão, youtube, podcasts, celular que não para um segundo, ou até mesmo pessoas que nunca se sentem a vontade com o silêncio e falam sem parar. E talvez estamos sendo essa pessoa agora mesmo. Estamos aqui lendo essa newsletter, mas também estamos inquietos, falando pelos cotovelos somente porque o silêncio incomoda, pensando em um milhão de coisas ao mesmo tempo! Nossa mente não se cala, logo não existe o silêncio.

E é isso que acabamos por pensar, que é impossível ficar em silêncio porque a mente não silencia. 

Na verdade, a mente é capaz de muita coisa, inclusive silenciar. Só que é necessário uma jornada no mundo da meditação para conquistar isso, mas calma, todos nós somos capazes! Você consegue, se você quiser. E essa é a questão que fica: você quer?

Se sim, tenho um livro pra te indicar que pode te ajudar a entrar nesse mundo da meditação. É um livro bem inspirador e delicioso de ler: A magia do silêncio da Kankyo Tannier, estou usando trechos desse livro aqui na newsletter, se esses trechos te chamaram atenção, recomendo demais essa leitura, você vai adorar!


LINK: a magia do silêncio

Tem muita gente que acha muito estranho eu acordar 4h40 ou 5h da manhã em dia que nem preciso trabalhar. Pois eu acho delicioso, além de ter mais tempo para mim mesma, consigo silenciar com mais facilidade porque não há barulhos externos. Minha casa está completamente silenciosa (coisa muuuuito rara), então aproveito para silenciar a mente também. E esse momento se tornou sagrado, delicioso e pude, através dessa prática, controlar melhor meus sentimentos, meus pensamentos, me trouxe mais clareza e consegui me entender e me relacionar melhor comigo mesma. 

Mas é importante lembrar que esse lance de acordar 5h da manhã é, na maioria das vezes, apenas marketing. Você pode fazer o horário que você quiser, o horário que teu corpo se sente mais confortável. Não se force acordar tão cedo se é algo que você não quer ou não gosta, cada um tem um horário de funcionamento, descubra o seu e seja feliz. 
 

 

A NATUREZA

 
Morando em São Paulo e tendo uma rotina insana - característica da maioria das pessoas que moram nessa cidade - fica difícil se conectar com a natureza, por isso não podemos desperdiçar nenhuma chance! Às vezes até mesmo aqui em SP, no meio dessa selva de concreto, conseguimos achar um cantinho que nos dá um ar de esperança, que nos conecta - mesmo que rapidamente - com a mãe natureza. 

E se não conseguimos nos conectar com a natureza pessoalmente, podemos fazer isso através dos livros! :D



LINKS: a vida secreta das árvores / a vida secreta dos animais / outras mentes / lab girl / moby dick (HQ)

E também recomendo muito assistir a série The OA, que está disponível na Netflix. É uma história muito poderosa, linda e inspiradora, que irá te sensibilizar com relação à natureza e à espiritualidade. Aliás, alguns dos livros indicados acima tem grande conexão com essa série. Fica a dica!


 

ESQUECE O CELULAR! 

  
LINK: celular, como dar um tempo

Tem sido cada vez mais difícil resistir hoje em dia, pois estamos cercados por inúmeras notificações e propagandas. Pode parecer cenário cyberpunk, mas é apenas a realidade. E o pior: estamos sempre em busca de um equilíbrio que nos parece cada vez mais distante, pois são tantas coisas e tantas informações nos bombardeando o tempo todo que acabamos nos sentindo carregados, ansiosos, desamparados.

Para conseguir me sentir melhor diante desse caos, testei algumas coisinhas que deram um resultado bem positivo:
  • Sair do instagram

    Pode parecer que não, mas você - provavelmente - está consumindo muito por conta do instagram. Está gastando dinheiro e energia. Além das propagandas que aparecem o tempo todo, tem aquela blogueira ou bookstagrammer que você ama seguir que não para de te influenciar a comprar tal coisa. A fatura do meu cartão diminuiu bastante quando eu sai do instagram por um mês (clique aqui para ler meu post no blog) e eu estava duvidando que isso iria acontecer porque "imaginaaaa, eu nem gasto tanto assim por conta do instagram, que absurdo.
     
  • Dar um tempo no Youtube

    Mas não é somente o instagram que é vilão quando o assunto é consumo. No meu caso, o Youtube também tinha uma grande parcela de culpa. E que parcela, meu cartão que o diga! Acontece a mesma coisa: você ama acompanhar aquelas blogueiras com recebidos do mês, bookhaul e favoritos, quando vai ver já está louca querendo todas aquelas coisas e acaba comprando algo.

    Conscientemente ou não, é mais ou menos por aí que a banda toca. 
Hoje em dia consegui transformar o youtube em algo menos consumista e tenho acompanhado canais gringos - ou seja, mesmo quando mostram algum produto, dificilmente tem para comprar aqui no Brasil com a mesma facilidade, logo eu nem vou atrás - e isso tem sido legal porque:
  1. Eu consigo praticar meus idiomas favoritos - e os únicos que sei falar: inglês e espanhol.
  2. Me deparo com novos conteúdos e uma nova maneira de pensar e ver o mundo.
  3. Passo menos tempo no Youtube porque acompanho poucos canais nacionais e poucos canais gringos.

Só de conseguir passar menos tempo nessa rede social já é uma puta vitória! Eu estava exagerando muito no youtube, assim como no instagram, e simplesmente não via a hora passar enquanto assistia um vídeo atrás do outro. Vídeos que nem me adicionavam nada, era só um loop fervoroso de vídeos de bookhaul e coisas nesse estilo. Não tem como durar um relacionamento assim. haha 

Aqui estão os canais que amo acompanhar e que não me influenciam a gastar e ainda adicionam alguma reflexão interessante quando eu paro pra assistir:
 
  • Desligar o celular

    MEU DEUS DESLIGAR O CELULAR COMO ASSIM?!!!!!

    Pois é, parece algo bem insano e radical diante de uma realidade onde todas as pessoas andam com o celular grudado na mão. Vejo crianças pequenas com tablets em todo lugar, só consigo pensar que os pais devem estar esgotados, não aguentam mais e deixam a criança com essa nova babá. É no mínimo preocupante para caralho.

    Eu ainda não consegui colocar em prática desligar o celular por um dia inteiro, pelo menos uma vez por semana, pq não vale somente desligar o celular e usar computador, ipad, televisão. Teria que fazer um dia sem utilizar nenhum desses aparelhos e isso sim, me parece algo realmente difícil - mas ainda quero tentar. 

    O que eu consegui - e já é uma vitória enorme - foi desligar o celular toda noite às 21h. Pois é, não adianta me mandar mensagem ou me ligar depois desse horário, eu não vou estar lá para responder. Isso tem sido incrível e transformador em tantos níveis que nem sei por onde começar!
  1. Eu tenho dormido melhor: a luz do celular pode atrapalhar muito o seu sono, sérião! Especialmente se você já tem ansiedade, usar o celular antes de dormir é uma das piores coisas que você está fazendo com você. Se dê um tempo, cara. Respire. Experimente saber quem você é sem o celular por perto. 
  2. Eu tenho acordado melhor: eu sinto que isso é um milagre! Deus interferiu aqui, gente! Aleluiaaaa! Eu perdia a hora pelo menos 2 vezes na semana por causa da dificuldade de acordar cedo. Eu tinha que entrar 7h no meu trabalho, e precisava acordar pelo menos 6h para fazer tudo correndo e eu simplesmente não conseguia. O cenário era o seguinte: parecia, toda manhã, que eu acordava com um peso horrível no corpo, sem conseguir pensar direito e super cansada. Eu realmente achava que eu sempre seria assim. Mas depois que comecei a desligar o celular, não acordo mais desse jeito, simples assim!!!!!! (Queria ter feito isso antes!)
  3. Passo o dia com mais tranquilidade e significado: comecei a prestar mais atenção no meu tempo e na minha rotina. Passei a resolver as tarefas com mais disposição, pq sabia que tinha um compromisso comigo mesma às 21h e não poderia faltar, então resolvia logo tudo que tinha pra resolver e ficava mais tranquila no final da tarde. Sem contar que parei para apreciar os momentos do dia em que não preciso fazer nada! Consigo até meditar depois do almoço. 
  4. Estou lendo melhor: ter esse tempinho à noite, sem distrações, está revolucionando as minhas leituras! Eu consigo me envolver muito mais com a história e consigo chegar com mais facilidade naquele nível de leitura que esquecemos do tempo e de nós mesmos.

    Sério: só vantagem. Mas detalhe: não vale apenas desligar o celular, o computador, tablet e televisão também devem ser desligados ou não vai adiantar NADA. Invista esse tempo para você, vá ler, desenhar, fazer tricô, ioga ou até mesmo bater aquele papo gostoso com a pessoa que você ama enquanto tomam um cházinho.


 

UM BOM FILME

 
E para finalizar a listinha de coisas que me alimentam a alma, vamos falar sobre um dos meus assuntos favoritos! 

Aqui entra qualquer filme que te desafie a ser melhor, que te desafie a pensar um pouquinho fora da caixa, mas que você consiga sentir que ele chegou lá, atingiu algum ponto importante dentro de você. Não são todas as produções cinematográficas que conseguem te atingir dessa forma, por isso é legal variar e assistir coisas diferentes. Eu, por exemplo, até tenho o costume de assistir de tudo, mas sempre assisto filmes de terror. É difícil conseguir ter um sentimento mais complexo assistindo um filme de terror, eu assisto esse tipo de filme para me divertir mesmo. (Lembrando que estou falando de mim, da minha experiência, com certeza alguém consegue ter experiências profundas com filmes de terror.)

Mas quando saio um pouco desse gênero, acabo me deparando com coisas incríveis como Capitão Fantástico! Te convido a fazer o mesmo, de repente você também está em algum loop de assistir o mesmo tipo de filme, que tal mudar um pouco nesse final de ano?

E segue uma listinha de outros filmes que não só me tocam na alma, mas me renovam toda vez que assisto:
  • Medianeras
  • Capitão Fantástico 
  • Frances Ha
  • I origins
  • Interestelar
  • A vida secreta de Walter Mitty
  • A chegada




Todos os itens que citei acima - ler, silenciar, se conectar mais com a natureza, deixar o celular de lado e ver um bom filme - me lembram Capitão Fantástico. Finalmente, a cereja do bolo ;)
 

CAPITÃO FANTÁSTICO

 
Um casal decide criar os filhos totalmente fora dos padrões da sociedade. As crianças são educadas em casa e tem uma rotina rígida cheia de atividades nada comuns para crianças: correm, lutam, praticam exercício físico em nível intenso, meditam, leem livros que nem mesmo os adultos costumam ler, debatem, tocam instrumentos. Como educadora digo: é bonito de se ver. É incrível ver o quanto as crianças são capazes de se desenvolver quando são estimuladas e recebem o incentivo para chegar tão longe. Mas o filme vai além, ele discute questões que abordam o aspecto social e emocional do ser humano.

Apesar de todas essas questões incríveis que nos fazem refletir e questionar muito, o que eu mais gosto em Capitão Fantástico é seu imenso poder inspirador: esse filme me inspira a ser uma professora melhor, mas acima de tudo, me inspira a ser um pessoa melhor. Me traz essa vontade de me conectar comigo mesma, de refletir pausadamente sobre as coisas, sem ter essa ânsia pelo mais rápido e mais eficiente, me faz perceber que essa necessidade de estar na moda e de estar sempre online não são necessidades coisa nenhuma, esse filme me faz olhar para dentro e refletir sobre a minha essência.

Certamente não conseguirei reencontrar minha essência nas tantas coisas que se tem para comprar, minha essência não está conectada à internet, não está no instagram, nem no facebook. Minha essência está no silêncio, na solitude, na meditação, na minha imaginação que dispara diante das páginas de um livro, no contato com a natureza e no contato sincero comigo mesma. 

Qual é a sua essência?
O que você tem feito para alimentar a sua alma? 
Que tipo de coisa você anda consumindo? 
Essas coisas te fazem bem? Te proporcionam conectar-se com você mesmo, aprender? 

Não quero te dizer o que deve ou não consumir, isso é com você, mas quero sim te fazer refletir



Um grande abraço!
A gente se fala novamente semana que vem :D
Twitter
Facebook
Website
Instagram
Essa newsletter foi escrita por Rita Zerbinatti

Clique aqui para se inscrever!
You can update your preferences or unsubscribe from this list.
 






This email was sent to <<EMAIL>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Acúçar ou adoçante? · R. Cap. Pacheco e Chaves · São Paulo, SP 03126-000 · Brazil

Email Marketing Powered by Mailchimp