Copy

CTA Edições

Comentários da nossas publicações agrícolas

Junho de 2019 - No. 91

EDD 2019: Construindo um mundo que não deixa ninguém para trás

Organizado pela Comissão Europeia, os Dias Europeus do Desenvolvimento (EDD) reúnem a comunidade de desenvolvimento todos os anos para partilhar ideias e experiências de forma a inspirar novas parcerias e soluções inovadoras para os desafios mais urgentes do mundo. O título abrangente do EDD 2019 é 'Abordar as desigualdades: construir um mundo que não deixa ninguém para trás'. O CTA, juntamente com parceiros, Trade.com, a Organização Internacional da Francofonia e o Secretariado ACP, está a co-organizar uma sessão de 'laboratório' 'Desbloquear oportunidades digitais: Promover o comércio eletrónico para o crescimento do comércio inclusivo', O CTA  fará parte do laboratório liderado pela Agrinatura onde o tema 'As cadeias de valor são um motor para a igualdade?'. O CTA também fará parte do painel de alto nível sobre 'Promoção da agricultura sustentável e comércio para o crescimento inclusivo' com a GIZ, o IFPRI, o Secretariado ACP, o Ministério Alemão de Cooperação e Desenvolvimento Econômico e o PAFO. No stand da EDD Global Village, o CTA centra-se na 'Digitalização da agricultura em África, nas Caraíbas e no Pacífico'. O CTA também estará presente no stand liderado pela Agricord 'Next Generation Coffee: você ainda terá sua chávena diária de café no futuro?' e no stand liderado pelo Secretariado ACP 'Strong together'. Descubra abaixo as publicações recentes que o CTA publicou relevantes para o tema deste ano..

How farmers are making the most of digital technologies in East Africa

The stories told here show that ICTs are enabling farmers to access information about everything from the weather to market prices, from agricultural best practice to controlling pests and diseases. 

Descarregue gratuitamente

Big data for smallholder farmers: The case of MUIIS Uganda

There is massive scope for linking farmers to valuable knowledge and agricultural services through Information and Communication Technologies (ICTs) as a pathway to driving improved productivity and market access, creating opportunities for higher incomes and better food security as a result. In Uganda, as in many sub-Saharan countries, lack of timely and accurate access to information about weather, financial services, crop management, markets and climate coping mechanisms is a serious obstacle for smallholder farmers, preventing them from achieving higher yields and selling their produce for better prices.

Descarregue gratuitamente

Spore 192: Digitaliser l'agriculture - Réduire les inégalités hommes-femmes

En accédant aux innovations digitales – des services de conseils par SMS aux réseaux numériques connectant les femmes dans l’agribusiness – les femmes se font une place dans les chaînes de valeur agricoles formelles et améliorent leurs moyens d’existence.

Descarregue gratuitamente

Managing the sustainability of digital agriculture projects

This brief argues that the sustainability of digital agribusiness projects can be enhanced through three main steps: 1) plan for sustainability in the initial project design, 2) monitor sustainability readiness throughout the life-cycle of the project, and 3) verify that indicators of sustainability have been achieved during the project close-off process.

Descarregue gratuitamente

ICT Update 90: Les femmes et la digitalisation de l'agriculture

La présence des femmes dans l’agriculture est une réalité statistique. En effet, les études démontrent qu’elles représentent aujourd’hui 40 % de la maind’œuvre du secteur dans les pays ACP. Cependant, bien que leur contribution soit essentielle au développement de l’économie rurale et de la numérisation, l’écart entre les sexes continue de se creuser dans les TIC (Technologies de l’information et de la communication).

Descarregue gratuitamente

Novidades

Whole-family approach to agricultural market success

This brief describes how Women in Business Development Incorporated (WIBDI), a non-profit organisation in Samoa, works with farming families to produce highvalue products for local and global markets. Shifting away from a women-focused approach, WIBDI now uses an approach that involves the whole family, keeping all family members on board. It has also invested in digital applications and resources to increase the efficiency of operations, profile the producers and their products, and facilitate engagement with markets and customers.

Descarregue gratuitamente

Innovation et promotion des chaînes de valeurs de produits agricoles locaux en Afrique

L’innovation est au coeur de ce volume, du point de vue des techniques de production, des plates-formes d’innovation et de l’accès au financement. L’innovation agricole, qui peut se définir comme l’ensemble des processus liés au développement de produits, de services ou de procédés agricoles, nouveaux ou améliorés, du maillon de la production à celle de la consommation, est un facteur déterminant de la modernisation et de la performance du secteur. Il s’agit d’un des domaines stratégiques dans lesquels il est crucial de davantage investir en Afrique.

Descarregue gratuitamente

Top de vendas

Conservação de peixe e carne

Este Agrodok começa com uma discussão sobre a deterioração dos alimentos e os respectivos métodos de prevenção. É preciso possuir conhecimentos sobre as causas de deterioração dos alimentos de forma a podê-los conservar de maneira correcta. Depois são explicados os princípios de conservação e descrevem-se as vantagens e desvantagens de cada método.

Descarregue gratuitamente

Destaques CTA

Boosting food security by the book

Descarregue

CTA Edições: Leitura fértil

© 2019 CTA, Todos os direitos reservados.


Quer mudar a maneira de receber esses e-mails?
Você pode atualizar suas preferências ou cancelar a inscrição nesta lista.


Este documento foi produzido com a ajuda financeira da União Europeia. No entanto, ele permanece sob a responsabilidade exclusiva de seu (s) autor (es) e nunca reflete as opiniões ou declarações do CTA ou de seus co-editores ou da União Européia ou a opinião de qualquer país ou Estado-Membro. O usuário deve fazer sua própria avaliação quanto à relevância de qualquer afirmação, argumentação, técnica experimental ou método descrito neste documento.